Tuesday, February 5, 2008

A imagem

Comparações a cobiça levam a morte. No meu caso, isso levou a morte da minha auto estima. O início desse ciclo comecou em 1993 quando eu estava assistindo a novela Mulheres de Areia. Gabriela Alves (li que ela mudou o nome pra Gabriela Toulier) foi a imagem de beleza que eu cobiçava.
15 anos atrás eu olhava pra essa atriz (que não era gorda mas perdeu bastante peso) e eu decidi que eu queria ser como ela. Que erro enorme que eu cometi. Eu me tornei como a imagem que eu cobiçava. Através daquela imagem eu fui apresentada a um tirano que constantemente me dizia que eu não era suficientemente magra ou boa. Eu li um livro que explicava exatamente o que aconteceu naquela época.
De acordo com o livro, esse “tirano” era uma voz que começou com um tom amistoso. Me dizia que se eu emagrecesse 10 quilos seria bom pra saude. Quando cheguei aos 55 quilos eu olhava no espelho e essa voz dizia que eu nao era magra o suficiente, que eu ainda estava gorda. Quando engordei de novo essa voz me acusava, noite e dia, de ser gorda, da minha barriga estar enorme, etc.

Assim como dizia o livro, eu não estava apenas escutando aquela voz, eu estava acreditando naquela voz.

Eu tenho muito respeito e admiração pela Gabriela Alves, que é uma artista trabalhadora, talentosa e inteligente. O meu erro foi de querer ser como a Gabriela. 14 anos depois Deus me mostrou o caminho pra fora desse ciclo vicioso de querer ser como outra pessoa. A doutora Mintle aqui dos EUA diz que nós precisamos ler a palavra de Deus pra que nós tenhamos satisfação.

“Nós temos que saber quem nós somos e como Deus nos formou como seres indivíduos. Se você não sabe quem você é, você vai ficar olhando pra outras pessoas e tentar se comparar a elas. Você tem que ir a Deus e a palavra Dele que nos diz quem nós somos em Cristo e quando você entender isto você não tem mais que se comparar a outas pessoas.”

Eu acho extremamente triste quando várias pessoas buscam inspiração em atrizes ou modelos pra perder peso. Quando eu busquei inspiração na Gabriela eu neguei o jeito admirável que Deus me formou:

“Eu te louvarei, porque de um modo tão admirável e maravilhoso fui formado;
maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.” Salmo 139:14

Deus não comete ou cria erros. Deus me ama e Ele me planejou do jeito que eu sou. Ele sabia que eu ganharia peso, perderia, ganharia de novo e Ele me deu um plano pra viver uma vida saudável porque Ele me ama, Ele é todo poderoso.
Eu decidi parar de ler e comprar revistas que exaltam uma imagem de beleza falsa e inatingível. Parei de assistir programas na televisão que fazem o mesmo. Um exemplo na vida real que procurei foi ver se todas as mulheres que vi no Brasil (quando fui em Dezembro) se parecem com modelos. A resposta é não porque Deus não criou clones, Ele criou pessoas reais, admiráveis e maravilhosas.