Tuesday, August 31, 2010

Desafio: O Porquê

Minha filha 1 mês e 3 dias de vida. Eu resolvi entrar no Desafio Desistir Jamais consciente de que as coisas não seriam como antes. Com dois filhos de menos de 2 anos e ainda se recuperando da cesária, é impossível pra mim escrever tudo que como e manter o mesmo nível de exercícios de antigamente. Hoje em dia tiro 1 hora pra exercícios e olhe lá. Tem mamadeira pra preparar, comida pra dar, estou amamentando minha filha, casa pra cuidar... 
Gostaria de perder peso sim, mas o meu foco não é a balança, mas manter um estilo de vida saudável que vai me levar a perder peso. 
Se você der uma olhadinha nessa página você vai ver quantas vezes tentei emagrecer. Da última vez que consegui (antes de ter o meu Pequeno Príncipe) eu comecei com um programa e terminei com outro. Sempre fazendo exercícios e a redução alimentar mas com alguma variação pra eu não desanimar. 
Dessa vez, eu estou controlando minhas porções e fazendo exercícios no mínimo 3 vezes por semana. Conforme a agenda aqui de casa for mais previsível eu vou recomeçar a escrever as coisas. É incrível como isso ajuda a perder peso! 
Outra coisa diferente que estou fazendo dessa vez é baseado nesse programa de rádio (em inglês pra quem quer treinar). Eles não acreditam em dietas malucas. Eles dizem pra você comer como a pessoa magra que você quer ser, e no tempo certo você chega lá. Gosto muito disso porque pra falar a verdade, antes de eu ter mudado minha alimentação eu comia como se eu quisesse aumentar bem os números da balança uns 30 quilos. 
Dessa vez como mais como a pessoa saudável que quero ser. Não acho que existem alimentos 'bons ou ruins', apenas escolho os que são melhores pra mim nutricionalmente.
Quanto aos exercícios: eu tenho feito mais caminhada e tenho voltado a fazer musculação. Preciso de um objetivo pra poder continuar treinando, então eu estou com duas corridas em mente. Você pagando pelas corridas e combinando de encontrar as amigas lá também te motivam a malhar sempre. Todo mundo fica desanimado, mas tendo objetivos pra malhar além de emagrecer ajuda muito. Eu preciso de algo real, de algo que não muda (a determinada data da corrida por exemplo) e de alguém pra me ajudar (nesse caso a amiga que também está treinando). Essa combinação de motivos me mantém motivada.
Quando eu estava na pós eu marcava de ir na academia com minha amiga e uma acordava a outra as 5 da matina. As vezes ela era a única motivação que eu tinha.
Estou me recuperando de uma cesária, tem hormônios que mexem com o corpo, e fora disso,  o peso de todo mundo flutua mesmo. Em vez de ficar me comparando com uma pessoa que não tem filhos e está tendo bem mais tempo de dedicar a dieta, estou tentando focalizar meus esforços em ser saudável. A consequência dos meus atos me levarão a ser uma esposa e mãe muito melhor. 
Entrar na minha calça jeans favorita não é motivação o bastante pra mim. Preciso de algo muito mais significante e acho que achei. 
E vocês, o que te motiva e por quê?

4 comments: