Saturday, October 2, 2010

A Rede Social da Vida Real

Wall Of Peace - Moscow
Foto de Jeff Bauche


Esse final-de-semana o filme Social Network (A Rede Social) começa a passar no cinema. Tenho pensado muito na minha própria rede social. Virtualmente, minha rede é composta do blog, Facebook e Twitter. Isso tudo é pra me conectar com outras pessoas e têm sido legal mesmo porque reencontrei amigos que não vejo há mais de 12 anos. A rede social também me separa muito das pessoas na realidade. Relacionamentos virtuais não tem a urgência ou a exigência do tempo face-a-face que a realidade exige.
Faz poucas semanas que comecei a pensar na rede social que tenho na vida real. Por exemplo, minha mãe passou um tempão aqui comigo me ajudando com as crianças. Agora que ela se foi, tive aquele sentimento de urgência: preciso estabelecer uma rede social forte. Ninguém é uma ilha, ainda mais eu que não tenho família por aqui.
Muita gente sobrevive com a ajuda de babás, mas haja dinheiro! Tive uma idéia (que não é nova) de cuidar dos bebês das amigas e vice-versa. Desse jeito todo mundo têm opção certa, grátis e pessoas com quem temos uma amizade firme. Oro pra que dê certo. Aqui eles chamam isso de "childcare co-op" (como se fosse cooperação de cuidado de crianças).
Acho que muitas amizades são nascidas na vida virtual, mas seria bom se elas se transferissem pra vida real. Fui numa conferência de blogs semana retrazada e vi isso acontecendo: conheci muita gente que só conhecia virtualmente. Isso deu uma força e tanto pra nossa amizade em geral.
Pra ter amigos a gente tem que ser amigo. E você, está feliz com a variedade das suas amizades? Você têm mais amigos virtuais ou na vida real? 

0 comments: