Saturday, October 31, 2015

Dia das Bruxas (Halloween) nos Estates

Todo ano é a mesma coisa: as lojas ficam todas enfeitadas e o povo todo animado pro Halloween. Este feriado é de origem pagã. Em vez de entrar na onda, nós resolvemos colocar enfasis na celebração da estação de outono e o dia de ações de graça. A gente leva as crianças pros "campos de abóbora."
 A gente fala muito sobre a importância da gratidão ao Senhor e as pessoas.
 E a gente aproveita pra tirar aquela foto maneira de natal, se as crianças deixarem é claro.
 Ok Cintia, mas o que isso tem haver com o Halloween que é hoje? A gente explica pros nossos filhos que o Halloween não tem nada haver com Deus. Nós dizemos pras crianças que somos cristãos e não comemoramos essa data. Ensinamos que eles podem se fantasiar o ano todo (o que é a alegria da criança americana), e não precisa esperar uma data pra fazer isso.
Uma senhora que conheço disse que é importante dizer pra criança que Jesus não é pão duro (então precisamos dar doce de qualidade) e que ele não é contra alegria (então precisamos deixar as crianças se divertirem). Muitas igrejas ajudam a comunidade com isso. Elas inventaram um evento que se chama "Hallelujah Night" (noite do Aleluia). É um evento pra comunidade toda com brincadeiras, doces e onde eles falam de Jesus pra comunidade. Lá na igreja a comunidade toda aparece e muita gente aceita a Jesus ou recebe oração.
Esse ano meus filhos me lembraram muito da minha infância no Brasil. Minha família não comemorava São Cosme e Damião. Meus pais sempre explicavam o porquê e sempre compravam doce pra gente. Quando as pessoas nos ofereciam doce na rua a gente nunca aceitava. Meus filhos perguntaram quando eles iam de porta em porta pedir doce. Meu marido e eu explicamos que a gente não fazia isso. Acho que com o tempo eles vão entender.

Tenho não julgar os meus amigos cristãos que comemoram o Halloween. Conheço muito crente que adora, que põe fantasia e cai na forra. Sei que não sou responsável pela alma deles, e pra falar a verdade, eles não me pedem opinião então a oração é a melhor coisa que posso fazer.

Até eu ter filho eu não sabia o que eu ia fazer com a tal da fantasia. No contexto cultural, a fantasia pra criança é parte da infância aqui. Daí chega em Outubro, a criança está cansada de fazer isso, a mídia e os pais que põe aquele ânimo pra comprar fantasias novas e ir buscar doce.

Outra coisa que tenho pensado é que além de não ser pão duro e de não ser contra festas, Jesus tem o domínio próprio. Nessa terra de abundância, muito doce é dado, consumido e jogado fora. A doença que mais mata aqui não é cancer, mas são doenças cardíacas. Desde criança, a mensagem que se dá é: pode se esbaldar criança, "descança, come, bebe e folga"! (Lucas 12:15-21). Eu acho importante ensinar o domínio próprio através do meu exemplo e através dessas épocas do ano que se dá muito doce. Não desisto por conta de cansaço ou lágrimas. Acho injusto deixar criança comer 3,000 calorias de doces sem ensinar o domínio próprio.

Eu acho que não estou aqui pra acusar o mundo porque o mundo já tem um acusador. Eu estou aqui pra representar o meu Senhor Jesus. Minha oração é pra que eu seja luz nesse mundo, especialmente nos dias que eles comemoram a escuridão. 

0 comments: