Sunday, August 1, 2010

Pais e Filhos

Artigo da guest blogger Emilie Poulain 







Que árdua tarefa é educar nossos filhos nos dias de hoje. Prepará-los para serem pessoas integras e que tenha capacidade de discernir entre as ofertas deste mundo que podem se mostrar atrativas, mas na verdade só nos trazem dor. É necessário que desde criança lhes ensinemos limites, disciplina e lhes deleguemos alguma responsabilidade, penso que estes itens associados a palavra de Deus fazem o que Salomão nos recomenda com excelência no livro de Provérbios 22:6 - “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Quando falamos de limites, de disciplina e até de responsabilidades, muitas pessoas se assustam, e as opiniões se dividem muito, há quem pense que quando se é criança não é preciso nada disso e que tudo isso deve ser aplicado quando seu filho for maior, ledo engano. Não é por acaso que cada vez mais vemos crianças com comportamentos abusivos, que dominam seus pais e controlam suas rotinas em casa. É claro que há tempo para todo propósito debaixo do céu, mas disciplina e responsabilidades simples, que não sobrecarregam a criança traz benefícios a longo prazo. Apesar da palavra disciplina sempre soar negativamente como sinonimo de "não fez do jeito certo apanha" o intuito não é esse, de modo algum, disciplina e educação devem ser associadas a estímulo, paciência, amor, cuidado, e é certo que Deus nos capacita para isso. Não é crime se sentir exaurido as vezes, somos humanos, mas é necessário que não se perca o controle nunca, as vezes nos sentimos cansados por já ter tentado tantas vezes e em muitas situações não ver o resultado que se espera. O importante é: não desistir, é perseverar, acreditar, estimular, conquistar e sobretudo respeitar! Conosco nas mais diversas situações de nossa vida não é diferente, quantas vezes Deus já falou com você e lhe ensinou como agir em determinadas situações, mas no calor da emoção nos pegamos "lembrando" do que deveriamos ter feito, ou seja já agimos "errado" de novo, porque não é simples corrigir nossos defeitos, porque nao é simples moldar nossa personalidade, mesmo sabendo como seria o melhor optamos pelo erro. E como fica o nosso Pai diante disso? Toda ação gera uma reação, assim se agimos mal nosso retorno não será diferente, e não tem nada a ver com Deus este retorno, há um provérbio popular que diz: Podemos escolher o que plantamos, mas não o que colhemos, ou seja não posso plantar uma coisa esperando colher outra, a colheita é resultado do que se plantou. Com tudo isso, Deus não desiste, ele investe em nós, ele persevera em nos aprimorar e mais, ele confia em nós! É nele que devemos nos espelhar quando o desanimo chega e a gente acha que esta sendo mau sucedido na tarefa de ser pais, Deus acredita em nós, assim nós precisamos acreditar em nossos filhos. Deus jamais nos lançaria uma palavra de derrota ou desanimo, assim também não devemos fazer, não devemos perder o controle! Que nossos lábios sejam abençoadores. Apesar dos nossos constantes erros, nosso Pai valoriza nossa intenção de acertar e aplaude conosco nossas conquistas! Que possamos nos lembrar todos os dias que somos filhos, antes de ser pais e que temos o melhor modelo a ser seguido.

Quer saber mais sobre a Emi? Ela tem 28 anos, é casada e está esperando o precioso Lucca em Agosto! Siga o blog dela que se chama O Fabuloso Destino de Emilie Poulain aqui

0 comments: